Select Page

As botoeiras nos semáforos podem ser utilizadas pelos pedestres de forma geral, a exemplo do que já acontece nos pontos onde existem os dispositivos. Eles devem apertá-las uma única vez e aguardar que o semáforo feche, para então atravessar. Observando as ruas mais movimentadas de Santos, após acatar a dica de uma munícipe, o vereador e líder do PSDB, Ademir Pestana notou a necessidade de implementar mais desses equipamentos a fim de facilitar a vida dos deficientes. Na Câmara, ele pediu a realização de estudos visando a ampliação dos locais que disponibilizem aos deficientes visuais sinais sonoros para a travessia de ruas e avenidas da cidade.

O parlamentar cita por exemplo a Avenida Conselheiro Nébias, próximo a supermercados e instituições de ensino e na Avenida da praia próximos aos canais, onde para atravessar um cruzamento, muitas vezes os deficientes visuais ficam aguardando a boa vontade das pessoas, pois, o fluxo de veículos é intenso nesses locais.

Ademir publicou na sua rede social um post sobre o assunto. A postagem recebeu dezenas de comentários de pessoas apontando vários locais, onde os equipamentos não funcionam. “No Gonzaga, mas precisamente na Praça Independência não funciona, já vi várias pessoas pedindo ajuda depois de apertar”, disse uma internauta. “Estes equipamentos, não funcionam nunca. Vá até o que se encontra em frente à Santa Casa. Nunca funcionou, confira”, afirma outra pessoa.

Imagem: Divulgação